sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Top 7 - Os Melhores Álbuns de 2011




Pois é, chega o fim de ano, e todo mundo elabora os seus "os melhores do ano" em alguma coisa. Como 2011 foi um dos anos mais produtivos em termos de música dos últimos tempos, é uma tarefa mais do que complicada para quem se arrisca a elaborar uma pequena lista com os melhores álbuns lançados neste ano.

 Pois bem, aceitei o desafio e minha opinião segue abaixo:


Machine Head - Unto The Locust

Se você diz que curte metal e não sentir vontade de bater cabeça ao ouvir esse disco, definitivamente,  você não é um fã de verdade do estilo.  A banda do vocalista e guitarrista Robb Flynn conseguiu melhorar o que já era excelente em The Blackening (2007) e beiram a perfeição aqui. Melhor do ano? Ouso dizer mais: um dos melhores discos de thrash metal de todos os tempos.



Adele - 21

Quem disse que não se toca música boa nas rádios? Esta adorável garota de apenas 23 anos, com sua sonoridade vintage e sua belíssima voz mostrou ao mundo que música de qualidade pode ser acessível ao grande público e com um sucesso estrondoso de vendas, agradando até mesmo marmanjos que nunca na vida pensaram em gostar de música romântica... como eu.


Ghost - Opus Eponymous


Introdução sombria, uma cativante linha de baixo e... “Lucifer, we are here!” - um chamado macabro ao capiroto - pronto, o estrago estava feito!  Nunca o satanismo soou tão belo, melódico e moderno quanto aqui.  Tão misteriosa quanto a identidade de seus membros é a combinação de elementos que passam com naturalidade ímpar por estilos que vão desde o hard rock, prog até o doom metal.


Whitesnake - Forevermore

A cobra branca soltou veneno do bom em 2011. Além da excelente banda, capitaneada mais uma vez pelas guitarras de Doug Aldrich e Reb Beach, a voz de Mr. Coverdale mostra-se aqui renovada e em excelente forma (pelo menos em estúdio).


Foo Fighters - Wasting Light


Dave Grohl e Cia. completamente inspirados com o empolgante pop rock que sai pelos alto falantes durante sua audição. Não só um dos melhores lançamentos de 2011, como também o melhor álbum da discografia da banda.


Opeth - Heritage


A reviravolta mais ousada e legal dos últimos anos. Agora completamente envolta na sonoridade progressiva dos anos 70, a banda capitaneada pelo vocalista e guitarrista Mikael Akerfeldt deixa de lado toda a influência do death metal que sempre a acompanhou e valoriza cada detalhe de suas belas melodias em Heritage.


Lou Reed & Metallica - Lulu


A parceria tinha tudo para dar errado (para a maioria dos fãs realmente deu).  Porém é inegável que Lou Reed e Metallica lançaram neste álbum um conjunto de belíssimas canções, entre passagens tensas e melancólicas ao longo de sua audição. Já escrevi uma resenha para o blog (veja aqui) que também deu o que falar nos comentários do portal whiplash.net, onde também colaboro (veja aqui) . Preste atenção nas letras e verá que o drama de Lulu proporciona uma experiência completamente diferente de tudo o que foi lançado neste ano, para o bem ou para o mal...

Cabe ressaltar aqui menção honrosa aos álbuns que, por muito pouco, ficaram de fora da lista:

- Chickenfoot – III
- Noel Gallagher – Noel Gallagher’s High Flying Birds
- Venom – Fallen Angels
- The Devil’s Blood – The Thousanfold Epicentre
- Coldplay – Mylo Xyloto
- Anthrax – Worship Music
- Mastodon – The Hunter
- Black Country Communion - 2
- Rival Sons – Pressure & Time
- Korn – The Path of Totality

E você, concorda ou discorda de algum disco mencionado aqui? Escreva nos comentários sua opinião e inclua  a sua lista de melhores do ano...


Por Tiago Neves